Abono Salarial 2018

By // Nenhum comentário:
Abono Salarial 2018 - Estima-se que mais de R$ 14,8 bilhões irão para o pagamento do Abono Salarial 2017-2018. As datas estipuladas para o recebimento do benefício começaram já em 2017, para aquelas pessoas que nasceram entre julho e dezembro.










Quem nasceu entre os meses de janeiro e junho, começaram a receber o Abono salarial 2018 no primeiro trimestre de 2017. Assim como o PIS e o PASEP, o benefício ficará disponível para saque até o dia 30 de junho de 2018.

Valor do Abono salarial 2018

O Abono Salarial é um benefício anual, equivalente a um salário mínimo disponibilizado a todos os trabalhadores inscritos nos programas PIS e PASEP.

O valor do Abono Salarial 2018 reflete no aumento do valor do PIS. Atualmente esse valor se encontra em R$ 954,00 esse valor aumenta de acordo com o salário mínimo.

Quem tem direito ao Abono Salarial 2018

Assim como todos os benefícios disponibilizados pelo governo, existem algumas exigências feitas por lei para aqueles que querem obter o benefício do Abono Salarial no final do ano. Portanto, para se ter direito ao abono salarial 2018 é preciso:
• Ter carteira assinada com o número do PIS há mais de cinco anos;
• Ter o nome registrado pela empresa no RAIS para o Ministério do Trabalho;
• Ter uma remuneração mensal de até dois salários mínimos comprovado em carteira.
• Ter trabalhado para uma empresa privada em regime CLT por pelo menos 30 dias no ano anterior

Como sacar o Abono Salarial 2018

É necessário o Cartão Cidadão para sacar o benefício do Abono Salarial 2018. O cartão é feito de forma gratuita em qualquer agência Caixa e fica pronto de 15 a 30 dias para que você possa fazer a retirada e desbloqueio do cartão.




O saque pode ser realizado nas próprias Agências da Caixa Econômica Federal ou casas lotéricas se preferir. A data para saque é disponibilizada de acordo com o calendário do abono salarial 2018 e fica disponível até o dia 30 de julho de 2018. De modo que quando o saque não é realizado até essa respectiva data, o valor ali contido é expirado e retorna aos cofres públicos.

Calendário para o saque do Abono Salarial 2018

Com datas estipuladas pelo Ministério do Trabalho e em parceria com a Caixa Econômica Federal, elas seguem o padrão estabelecido de acordo com as respectivas datas de nascimento dos beneficiários.

Abono Salarial 2018


A consulta pode ser realizada no próprio portal do Ministério do Trabalho ou pelo site da Caixa Econômica Federal, onde o sistema é mais rápido e fácil de mexer.

Veja também:


Quem não pode receber o Abono salarial 2018

Geralmente quem não tem direto ao recebimento do benefício são os trabalhadores que trabalham com carteira fixada com vínculo empregatício Pessoa Física. Se enquadram nesse caso as seguintes classes trabalhadoras:

• Empregadas domésticas;
• Trabalhadores urbanos não contratados por uma empresa privada ou órgão público;
• Trabalhadores rurais não contratados por uma empresa privada ou órgão público;
• Trabalhadores autônomos;
• Estagiários e menores aprendizes.

Outras características que também não permitem o recebimento do benefício são?

• Ter recebido um salário maior do que um salário mínimo no ano-base do benefício;
• Ter um período de trabalho inferior a 30 dias no ano anterior ao ano-base;
• Não estar cadastrado no PIS/PASEP;
• Não estar cadastrado pela empresa no RAIS para que o benefício seja viabilizado.

Por fim, quem tem direito ao benefício deve ficar atento as datas e procurar uma agência Caixa se tiver maiores dúvidas. O dinheiro que não é sacado é convertido para o Fundo de Garantia do Trabalhador.

No momento do saque é necessário que o titular da conta compareça, portanto, um documento original com foto e o Cartão para efetuar o saque do benefício.



RAIS 2018, prazo de entrega

By // Um comentário:
RAIS 2018, prazo de entrega -  O Governo Federal divulgou o prazo de entrega da RAIS, ano-base 2017. Saiba qui tudo sobre a importância da RAIS, o por que de entregar dentro do período e para que serve e o que é a RAIS.











O QUE É RAIS


A RAIS é a sigla de Relação Anual de Informações Sociais, é a partir deste documento que o governo tem acesso a dados estatísticos de todos os trabalhadores. É a partir dele que se pode saber sobre a vida do trabalhador, saiba agora para que serve.



QUAL A IMPORTÂNCIA DA RAIS?

A RAIS 2018 vai servir como base estatística para o pagamento de diversos benefícios sociais, entre eles o PIS/PASEP. Por isso é de suma importância que o trabalhador saiba todas as informações sobre a RAIS 2018, a data de entrega e a obrigação de quem deve enviar esta Relação ao Ministério do Trabalho.
Os dados coletados pela RAIS constituem expressivos insumos para atendimento das necessidades:

  • da legislação da nacionalização do trabalho;
  • de controle dos registros do FGTS;
  • dos Sistemas de Arrecadação e de Concessão e Benefícios Previdenciários;
  • de estudos técnicos de natureza estatística e atuarial;
  • de identificação do trabalhador com direito ao abono salarial PIS/PASEP.

RAIS 2018, prazo de entrega

O prazo de entrega da RAIS 2018, ano-base 2017 vai de 23 de janeiro a 23 de março. Fique atento a esta data, verifique se sua empresa enviou a RAIS dentro deste prazo, caso não envie o trabalhador poderá não receber o abono salarial 2018

RAIS 2018, prazo de entrega



Na verdade a falta de entrega da RAIS é um das principais causa do não pagamento do PIS. Observe se a empresa enviou e caso não tenha enviado no prazo estipulado, ela ainda poderá enviar uma RAIS EXTEMPORÂNEA. Lógico que a empresa pagará uma multa por não enviar dentro do prazo, mas é uma garantia que o trabalhador receberá o PIS 2018.

Outro problema de não recebimento do PIS é também o preenchimento da RAIS com dados incorretos, muitos trabalhadores deixam de receber por este motivo, mas se você tiver certeza que tem direito ao PIS 2018, e não receber pode ter certeza que houve algum erro e neste caso a empresa deve verificar os dados enviados e enviar uma RAIS RETIFICADORA .

Para consultar se o empregador enviou seus dados, faça uma consulta RAIS Trabalhador aqui



Quem tem direito ao PIS 2018

By // Nenhum comentário:
Quem tem direito ao PIS 2018 - Podendo ser considerado o 14º salário de milhares de brasileiros que recebem até dois salários mínimos por mês em sua folha de pagamento, quem tem direito ao PIS 2018 e sabe que pode sacar esse benefício, já tem planos para o dinheiro assim que a data de saque fica disponível.










Porém o que muitos trabalhadores não sabem é que se enquadram nas exigências do PIS 2018, mas não sacam esse benefício por falta de algumas informações.

A informação mais essencial é: Para ter direito ao PIS 2018, são todos os trabalhadores que trabalham de carteira fixada (CLT) a mais de cinco anos e recebem até dois salários mínimos ao mês.

Quem tem direito ao PIS 2018

Regras para quem tem direito ao PIS 2018

• Ter o número do PIS em sua carteira de trabalho: Para ter direito ao PIS 2018 tem que estar cadastrado no PIS. O número pode ser encontrado facilmente em sua carteira de trabalho ou no cartão cidadão do qual você o utiliza para retirar o benefício.

• O trabalhador deve ter no mínimo cinco anos de trabalho em regime CLT. Independe de que esse tempo tenha sido interrompido, o que vale é a soma total da data em que sua carteira foi fixada pela primeira vez.

• O trabalhador deve receber a média salarial de até dois salários mínimos no período ao qual corresponde a tabela do PIS 2018.

• O trabalhador deve ter trabalhado pelo menos durante um mês no ano anterior ao calendário do PIS, em uma empresa privada contribuinte com o PIS.

• O trabalhador precisa ter seu nome cadastrado na RAIS. É obrigação da empresa cadastrar o nome de cada funcionário para que o processo seja viabilizado e o pagamento do PIS torne-se algo formal.

Quem não tem direito ao PIS 2018

Existem classes trabalhadores que não possuem o direito de recebimento do PIS 2017. Dentre elas, os trabalhadores domésticos são os que mais lutam para ter direito ao benefício. Os empregados domésticos lutam cada vez mais para que seus direitos trabalhistas sejam reconhecidos e regulamentados.

Mesmo tendo direito a trabalharem com carteira fixada e o direito de receberem o FGTS, o direito ao PIS ainda não está incluso. Além dos empregados domésticos, também não tem direito ao PIS 2017:

• Menores e jovens aprendizes;

• Trabalhadores urbanos vinculados a um empregador Pessoa Física;

• Trabalhadores rurais vinculados a um empregador Pessoa Física;

• Diretores sem vínculo empregatício, mesmo que a empresa realize o recolhimento do FGTS;

• Autônomos.

Confira:




Tanto os trabalhadores rurais quanto os trabalhadores urbanos, não recebem esse benefício quando estão ligados a uma pessoa física. Pessoas físicas não tem direito ao PIS, apenas pessoas jurídicas. A mesma coisa é para os trabalhadores autônomos. Eles não têm direito ao PIS 2018 pois não possuem nenhum tipo de desconto sobre o valor total de seu salário.

Quem não tem direito ao PIS 2018 também são aqueles que:

• Não teve seus dados informados na RAIS no ano base-considerado – essa informação é de responsabilidade única da empresa;

• Quem trabalhou menos de 30 dias no ano-base do PIS 2017;

• Quem recebeu um salário maior do que dois salários mínimos no ano-base do PIS;

• Quem não tem uma soma total de cinco anos de carteira fixada.

Quem tem direito ao PIS 2018 deve ficar atento com as exigências estabelecidas e se participa da classe trabalhadora que recebe o benefício. Empregados domésticos e trabalhadores vinculados à Pessoa Física não tem direito de sacar o PIS 2018 até o presente momento.

Outra coisa importante é que o valor do PIS 2018 será proporcional aos números de meses prestados pelo trabalhador a empresa. Anteriormente o valor pago era integral, mas houve mudanças desde o pagamento do PIS de 2014/2015.

Abaixo você pode ver a tabela de pagamento de acordo com o tempo trabalhado:

Quem tem direito ao PIS 2018




Calendário do PIS 2018

By // 2 comentários:
Calendário do PIS 2018 - Estima-se que mais de 22 milhões de trabalhadores receberão o PIS 2018. O valor que pode chegar a até um salário mínimo começou a ser pago em 28 julho de 2017. A data final para a efetivação do saque também já está determinada: 30 de junho de 2018.











Como funciona o calendário do PIS 2018

A vigência do calendário do PIS 2018 é de um ano. Assim que um ciclo fecha, outro começa e assim infinitamente. Pensando em organizar a entrega do benefício para mais de 20 milhões de trabalhadores, o governo e a Caixa Econômica Federal organizaram a entrega a partir do mês de aniversário de cada beneficiário. A lógica, de acordo com o calendário do PIS 2018, é estabelecer datas das quais o beneficiário possa sacar o dinheiro de tal forma que ele não se acumule no final do prazo.

Calendário do PIS 2017


Porém vale ressaltar que todos aqueles que tem direito ao benefício, independente do mês em que faça aniversário terão até o dia 30 de junho de 2018  para retirar o saldo disponível.

De uma forma mais detalhada o calendário do PIS 2018 irá funcionar da seguinte maneira:

• Quem faz aniversário em janeiro e fevereiro: saque permitido de janeiro em diante até o dia 30 de junho de 2018
• Quem faz aniversário em março e abril: saque permitido de fevereiro em diante até o dia 30 de junho de 2018
• Quem faz aniversário em maio e junho: saque permitido de março em diante até o dia 30 de junho de 2018.

Portanto quem nasceu de junho a dezembro, poderá sacar o benefício ainda em 2018 referente a 2017.

Calendário do PIS 2018 – Saque

Existe uma vantagem para os clientes Caixa com relação ao PIS.

Como o PIS é um benefício pago pelo próprio banco da Caixa Econômica Federal, quem possui conta corrente tem o benefício depositado diretamente na conta bancária.

Os depósitos são realizados em uma data diferente da qual estará disponível para saque no calendário do PIS 2018 tradicional e caso a pessoa queira saber se receberá ou não o benefício, poderá estar conferindo no extrato da conta.


Quem possui conta na Caixa Econômica receberá de acordo com o mês do aniversário da seguinte maneira:


Abaixo o calendário para quem não tem conta na caixa

Calendário do PIS 2018

Valor do PIS 2018

Com as datas devidamente atualizadas no calendário do PIS 2018, acredita-se que também haverá um reajuste quanto ao valor do benefício. O salário mínimo mudou e com isso o valor do benefício também. Os benefícios em 2018 serão de R$ 954,00.

Confira:

Critérios para receber o PIS


  • Ter cadastro no PIS de no mínimo 5 anos 
  • Ter trabalhado pelo menos durante 30 dias no regime CLT no ano anterior 
  • Não exceder o valor de até 2 salários mínimos recebido durante o regime de trabalho
  • Ter a RAIS entregue no prazo
  • O pagamento do PIS é proporcional ao tempo trabalhado.

A importância do saque do dinheiro

Segundo a Previdência Social e o Ministério do Trabalho, os valores que não são sacados, retornam ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Em 2014 mais de milhão de reais retornaram aos cofres do FAT. Estima-se que o valor total de recursos disponíveis está chegando a R$ 2,08 bilhão.

Novas regras do PIS

O valor do benefício será proporcional ao tempo de trabalho confirmado na carteira do trabalhador. A tabela abaixo demonstra os valores a serem recebidos de acordo com a proporção do tempo trabalhado.

Calendário do PIS 2018



Consultar PIS 2018

By // Nenhum comentário:
Consultar PIS 2018 - O PIS PASEP é um Programa de Integração Social, criada com o objetivo de ajudar os trabalhadores que são contratados em regime CLT e recebem até dois salários mínimos mensais.




Para aqueles que desejam consultar o PIS 2018, saiba que existem cinco formas para a realização da consulta.

Consultar PIS 2018 nas Agências Caixa

Comparecendo em uma das agências Caixa mais próxima de sua casa ou trabalho, em casas lotéricas ou nos atendimentos credenciados, você poderá estar fazendo a consulta do PIS 2018. Para tal procedimento será necessário ter uma senha cadastrada. Se por algum motivo a pessoa tiver esquecido a senha ou perdido a mesma, ou tiver uma senha cadastrada ainda, deverá fazer a solicitação de uma nova senha na agência da Caixa Econômica Federal.

Consultar PIS 2018

Consultar PIS 2018 pela Internet

Um dos métodos mais rápidos e práticos de se consultar o PIS 2018 é pela Internet. O processo se acontece em um autoatendimento online pelo site da Caixa Econômica Federal.

Acessando a barra de “benefícios e programas”, aparecerá a opção de consulta do PIS 2018. Nesse processo será necessário ter em mãos a numeração do seu PIS, cadastrar suas informações pessoais e gerar uma senha de uso pessoal e restrito no sistema. Com a finalização do procedimento você será redirecionado para uma guia contendo todas as informações sobre o seu PIS 2018 e demais informações necessárias.

Consultar PIS 2018 pelo CPF

Caso você esteja realizando a consulta do seu PIS 2018 online e não tenha o número dele em mãos, basta acessar o site oficial do DATAPREV. Para isso é necessário que você tenha em mãos o número do seu CPF e RG. O processo ocorre da mesma forma da consulta online, a única diferença é que você colocará o número do CPF ao invés do número do PIS.

É comum ocorrer erros as vezes e aparecer uma mensagem dizendo que já existe um cadastro naquele número de CPF. Infelizmente não é possível fazer a correção de forma online. Será necessário que a pessoa se dirija ao RH da empresa ou em uma agência da Caixa para que arrumem o possível erro.

Veja também:

Consultar PIS 2018 por um Caixa Eletrônico

Isso é necessário ter em mãos um documento de identificação original com foto (RG, CNH, passaporte, carteira de trabalho), o número do PIS que conta no cartão cidadão ou na carteira de trabalho.

Com esses documentos em mãos, basta se dirigir a qualquer agência da Caixa Econômica e pedir para que a consulta seja feita.

Consultar PIS 2018 pelo Telefone

Discando o número 0800 725 0505, você receberá o atendimento de um dos Atendentes Caixa. No atendimento basta dizer que deseja fazer a consulta do PIS 2018 e o atendente irá verificar se você tem direito ao benefício e informar a data disponível para o saque.

Fique de Olho

É muito importante que aqueles que recebem o PIS fiquem atentos a data disponível para realizar o saque. Quem perde a data não tem direito de sacar o benefício posteriormente e ele não é acumulativo. Ou seja, quem não sacar na data correta terá o benefício expirado da conta.

Por esse motivo a conta depósito do PIS é exclusiva, pois é um benefício pago exclusivamente pelo banco da Caixa Econômica Federal. A movimentação da mesma é realizada apenas uma vez por ano, com data estipulada em calendário e cartão próprio do qual contém o número do seu PIS.

Objetivos do PIS

O Programa de Integração Social tem por objetivo gratificar os trabalhadores de regime CLT que recebem até dois salários mínimos. Tal atitude incentiva os trabalhadores a desempenharem com maior qualidade a sua função e a continuarem com seus respectivos empregos recebendo um retorno por todo o esforço realizado ao longo do ano.

É muito comum ouvir as pessoas dizerem que o PIS é o décimo quarto do trabalhar. Sendo décimo quarto ou não, o importante é que ele cai como uma luva para muitos trabalhadores que se encontram no aperto ou que desejam juntar um dinheiro extra para a realização de um projeto futuro.



Consultar saldo Caixa PIS 2018

By // 2 comentários:
Caixa PIS 2018, Consultar Saldo - Muitos dos beneficiários do PIS não sabem o que é esse programa e nem para que ele serve.

O PIS é um programa de iniciativa privada denominado Programa de Integração Social -popularmente conhecido como PIS – que objetiva transferir renda para os trabalhadores que recebem até dois salários mínimos por mês.







Existem várias formas possíveis de consulta. Podendo ser nas Agências da Caixa PIS 2018 atualizado quanto na Caixa PIS 2018 online, entre outras formas.

Consultar saldo Caixa PIS 2018

Consulta pelo tele atendimento Caixa PIS 2018

Mesmo podendo ser um atendimento consideravelmente demorado, ele é indicado para quem procura maiores esclarecimentos sobre o assunto Caixa PIS 2018. O telefone disponível é o 0800 726 0207 com um atendimento disponível durante o horário comercial. Fora desse horário o atendimento está sendo realizado por atendentes computadorizados. Para sanar dúvidas básicas sem uma maior profundidade.

Caixa PIS 2018 Online

Nessa opção será necessário o uso da internet. O processo é parecido com um autoatendimento realizado de forma online no próprio site da Caixa.

No processo da Caixa PIS 2018 Online será necessário informar alguns dados básicos como:

• Número do PIS, NIS ou PASEP;

• Senha cadastrada.

Caso o beneficiário nunca tenha usado o recurso Caixa PIS 2018 online, será necessário fazer o cadastro com as informações que forem solicitadas. Todo o processo é bem tranquilo e fácil de ser feito, um dos meios mais rápidos para consulta.

Além da Consulta pela Caixa PIS 2018, também é possível verificar outras informações como a data e o valor que tem para ser recebido.

Confira também:

Caixa PIS 2018 – Agência Caixa

Esse é um dos métodos mais utilizados, porém o menos recomendado. Pois não há uma necessidade de enfrentar filas enormes apenas para saber o saldo sendo que existem outros meios disponíveis.
Porém, nas agências, para se realizar a consulta de saldo é necessário um documento de identificação que pode ser uma CNH, RG carteira de trabalho ou passaporte. É importante que esse documento tenha valor legal e possua foto.

Caixa PIS 2018 Aplicativo

Destinado aos beneficiários mais modernos que usam a tecnologia a seu favor. Nele é possível obter informações como o calendário do PIS e as informações referentes ao pagamento do mesmo.

Saque do benefício Caixa PIS 2018

Para aqueles que possuem uma conta na Caixa Econômica, seja ela conta corrente ou conta poupança, pode estar vinculando ela para o depósito do benefício. Porém existem outras formas de se estar recebendo o benefício como:




• Agências Caixa com o número do PIS;

• Casas lotéricas com o Cartão Cidadão e senha do mesmo;

• Caixa de autoatendimento;

• Saque realizado na própria conta após o depósito.

Caixa PIS 2018 – Quem tem direito

• Trabalhadores cadastrados no PIS há pelo menos 5 anos;

• Trabalhadores que possuem a média salarial de até 2 salários por mês;

• Trabalhadores que esteve profissionalmente ativo por pelo menos um mês no ano base. Os 30 dias não precisam ser consecutivas, porém os dias precisam somar 30 dias ou mais.

Caixa PIS 2018 – Quem não tem direito

• Empregados domésticos que trabalham para pessoa física;

• Trabalhadores rurais que trabalham para pessoa física;

• Trabalhadores rurais vinculados a pessoa física;

• Menor aprendiz;

• Estagiários.

Caixa PIS 2018 – Calendário de pagamento

O início do pagamento referente ao PIS 2017 começa em junho do mesmo ano e vai até junho de 2018, o ano seguinte. Quem possui o poder da divulgação oficial é o CODEFAT, um órgão púbico ligado diretamente ao Ministério do Trabalho e que determina quais serão as datas de pagamento conforme a resolução específica.

As mudanças realizadas no pagamento do PIS, começaram a valer para o pagamento do PIS de 2016.

O valor pago aos beneficiários será proporcional ao tempo de serviço do mesmo. De modo que se o profissional trabalhar durante o ano todo, receberá o valor total. Caso não, recebera uma porcentagem referente ao tempo de serviço.



Abono salarial de 2015, calendário 2016 não sacado soma R$ 1 bilhão; veja como consultar

By // Nenhum comentário:
Saiba quem não sacou o abono salarial de 2015, veja aqui como fazer a consulta do abono salarial 2016, ano-base 2015.










Mais de 1 milhão de pessoas que tem direito ao abono salarial de 2015 do PIS/PASEP, referente ao calendário do PIS/PASEP 2016 não fez uso do saque. O valor do benefício destas pessoas varia de R$ 97 a R$ 937.

Abono salarial de 2015, calendário 2016 não sacado soma R$ 1 bilhão

Ao todo o valor não sacado do abono salarial de 2015 chega a 1 bilhão de reais, isso mesmo, 1 bi, uma fortuna que você, trabalhador, não pode deixar voltar para o governo, ele te pertence. É seu #seudireito, portanto vá sacá-lo.

O prazo final de saque do abono salarial de 2015, calendário de 2016 foi estendido até a data máxima de 28 de dezembro, não deixe de fazer o saque!
Abono salarial de 2015

Quem tem direito ao abono?

Para ter direito a este dinheiro, é necessário ter trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2015, com uma remuneração média de até dois salários mínimos (788 reais à época) no período. O benefício varia de 97 reais a 937 reais, dependendo da quantidade de dias trabalhados.

Como consultar?

A consulta pode ser feita nas agências bancárias (Caixa, para o PIS, e Banco do Brasil, para o Pasep) ou do site do Ministério do Trabalho (http://trabalho.gov.br/abono-salarial/consulta-abono-salarial).

É preciso informar o número do PIS ou CPF e a data de nascimento do trabalhado. Caso tenha direito ao benefício, o saque poderá ser feito nas agências bancárias.




O abono salarial é pago anualmente a trabalhadores que ingressaram no mercado após 1990 e se enquadram no programa.

O PIS é o programa para trabalhadores da iniciativa privada, enquanto o Pasep é voltado aos servidores.

O abono é diferente das cotas do PIS/PASEP, acumuladas por quem trabalhou entre 1971 e 1988 e cujo saque poderá ser feito até dezembro, segundo nova regra do governo.

Cotas do PIS

Como foi amplamente divulgado pelo governo e pela mídia, as cotas do PIS/PASEP já podem ser sacadas para quem contribuiu entre 71 a 04/10/88, desde que não tenha feito o saque anteriormente, se existir saldo nestas contas e se a pessoa estiver enquadrada nas regras poderá sacar o valor médio de R$ 1.200.

O valor pode ser até mais, mas pela média 1.200 reais é muita gente terá direito, uma boa grana, não é?

Veja o calendário de pagamento e quem poderá efetuar o saque.
calendário de pagamento cotas PIS PASEP




Tecnologia do Blogger.